P04 – Vitrina

Para este projecto foi-me atribuída foi a mercearia contemporânea – Mosaico de Sabores. Após uma pesquisa sobre elementos presentes em mercearias antigas, reparei que o quadro de giz onde eram escritos os menus ou preços dos produtos, estava muito presente. Decidi por isso desenhar uma composição que englobasse os produtos mais característicos da mercearia, construindo o quadro de 150 por 92 cm e fazendo o desenho a giz.

Imagens da loja

1238279_646271655397009_2133819585_n v7-mosaico8-144e WP_20150527_005

Esboços do desenho

DSC_1766 DSC_1768 DSC_1770 DSC_1772 DSC_1764

DSC_1765 DSC_1757 DSC_1768 DSC_1771 DSC_1772 DSC_1713 DSC_1718 DSC_1719 DSC_1723 DSC_1725 DSC_1727 DSC_1726 DSC_1731 DSC_1732 DSC_1734 DSC_1737 DSC_1750 DSC_1751 DSC_1752

Passagem para o quadro

WP_20150609_007 WP_20150609_008 WP_20150609_009 WP_20150609_012 WP_20150609_013 WP_20150609_003 WP_20150609_006 WP_20150609_008 WP_20150609_009 WP_20150609_012 WP_20150609_013 WP_20150609_015 WP_20150609_016 WP_20150609_032 WP_20150609_035 WP_20150609_036 WP_20150609_037 WP_20150609_018 WP_20150609_019 WP_20150609_031 WP_20150609_038 WP_20150609_039 WP_20150609_040 WP_20150610_001 WP_20150611_011 WP_20150611_012 WP_20150611_013WP_20150610_003  WP_20150610_009 WP_20150610_010 WP_20150611_001 WP_20150611_003 WP_20150611_009WP_20150612_026 WP_20150612_030 WP_20150612_032 WP_20150612_033 WP_20150612_034 WP_20150612_035 WP_20150612_036 WP_20150612_037 WP_20150612_040 WP_20150612_041 WP_20150612_043

Colocação da Moldura

WP_20150612_050

Aplicação no Espaço

nk unnamedWP_20150615_011

Anúncios

Projecto 3 – Mapping

Para este projecto o tema que escolhi foi gomas

De inicio comecei por organiza-las por cor, e decidi fotografa-las em fundo de cor, o que não resultou muito bem pois havia muitas que continham várias cores e assim perdia-se o efeito

DSC_1230 DSC_1237 DSC_1246 DSC_1248 DSC_1260 DSC_1265 DSC_1271 DSC_1274

Decidi então organiza-las de outra maneira escolhendo organiza-las por forma e assim seleccionei os seguintes grupos

  • Animal
  • Comida
  • Figura Humana
  • Grometricas
  • Objectos
  • Flores
  • Corações
  • Conhas
  • Tijolos
  • Chapéus

9

(as cores aparecem completamente alteradas)

Não tendo ficado satisfeita com o resultado decidi refazer o trabalho

22 222

(mais uma vez as cores estão alteradas)

Na hora de impressão as cores tiveram de ser alteradas pois os tons pastel que escolhi não eram visíveis, então optei por utilizar cores mais fortes

12 122

(E mais uma vez…)

Workshop – Afonso Borges

Cd Player

Naoto Fukasawa

Muji

Criou-se um poster interactivo de modo a salientar o gesto, pois achei que esta seria a caracteristica do objecto a salientar.

Era então pretendido que se puxasse o fio de modo a abrir o poster e encontrar o cd player com um cd verdadeiro, quando este era retirado aparecia escrito em japonês  “Sem pensar” pois  é algo que define o autor. A ventoinha aparece em primeiro plano pois foi o que levou o autor a inspirar-se para a criação do cd player.

Tentei manter o aspecto minimalista do objecto no próprio trabalho, e incluir referências japonesas como o vermelho do cd e os caracteres japoneses, devido a ser essa a nacionalidade de Naoto Fukasawa.

11053279_10204638341690896_1355310538859938685_n

11043464_10204638342610919_6389719569058181632_o

11080623_10204638343210934_8932740981439595375_o

Projecto 2 – Ways of seeing

Para o projecto 2 comecei por escolher a palavra esqueleto e apartir daí as três perspectivas

Anatómica

Estrutural

Simbólica

RheumatoideArthritisAP

Para a perspectiva anatómica, comecei por trabalhar o grafismo da radiografia, por ser uma boa forma de mostrar estruturas humanas danificadas. Para aqui pensei em demonstrar várias doenças de ossos, tais como artrites ou raquitismo, entre outras.

11

Para a perspectiva estrutural, decidi ir para uma pesquisa arquitectónica onde procurei Blue Prints de edificios de modo a demonstrar a estrutura destes.

Oil-font-b-painting-b-font-font-b-Skeleton-b-font-frame-The-god-of-death

Para o simbolismo, decidi ir buscar pinturas onde o esqueleto tivesse um peso simbólico significativo. Aqui surge o primeiro problema pois  a maioria das pinturas que encontrei representavam o crânio e da pesquisa, apenas esta representava o esqueleto completo. Outro problema foi que o grafismo destas pinturas  tinha uma linguagem muito diferente das outras abordagens.

Foi então que decidi passar da palavra esqueleto para a palavra Estrutura, mantendo a perspectiva anatómica e estrutural e procurando uma substituição para o simbolismo.

Foi então que comecei a pesquisar sobre botânica e a estrutura das plantas

resolve13 resolve14 resolve16 resolve18

Por não encontrar uma direcção na perspectiva anatómica, e o que fazer com as radiografias,  comecei por pesquisar pessoas com a estrutura danificada, mas visível ao exterior, comparando esta com desenho do Leonardo Da Vinci, de modo a salientar a idealização da estrutura humana como perfeita e m comparação estruturas que desde sempre foram diferentes daquilo que se idealizou.

Uomo_Vitruviano

deb3cb31e5ed29544f723b33daf60eae

91.

10.1

Em conversa com os professores, a ideia não tinha tomado o melhor rumo pois aqui não era visivel a estrutura humana concretamente, sendo as anomalias visiveis mas não a estrutura, que é o objecto a trabalhar.

Foi então que voltei as radiografias, mantendo a intenção de comparar os desenhos de Leonardo com estas. Mas o tipo de linguagens era muito diferente e o objecto ainda nao tinha encontrado o seu proposito. Então voltei a estaca zero.

Ao recomeçar a pesquisa, decidi abordar a estrutura humana de uma maneira histórica, fazendo então um editorial sobre a evolução da esturura humana e do homem.

Wve7a

Hominid_Skull-Kenyanthropus_platyops_KNM-WT-40000_001

A estrutura das plantas tambem levou um novo rumo. Estando um pouco perdida com o que fazer com as imagens das estruturas que encontrei, aprofundando a pesquisa encontrei algo que se chama microphotography. Fazendo então um editorial onde pretendo explorar visualmente as estruturas das plantas.

Img00014 Img00026

Apresento então alguns spreads dos trabalhos finais

Plant Structure

1b 2 3

Estrutura Humana

1v 2v 3v 4

Estrutura Arquitectónica

1 12 13

O projecto irá receber uma nova versão

Projecto 1 – Pop Up Shop

Para este projecto, desde cedo decidi o objecto a trabalhar, carimbos.

Conceitos a relacionar com o objecto carimbo:

  • Repetição
  • Cópia
  • Assinatura
  • Rapidez
  • Marca
  • Grupo

Foi um longo percurso na busca de algo que fizesse sentido ser trabalhado para este objecto, passando por carimbos geometricos, à representação de uma padrão de azulejo ou até mesmo a criação de um alfabeto com formas básicas.

Mas nada disto satisfazia pois isto não ia de encontro ao que estava a procura. Um propósito que fizesse sentido para o objecto. Pensei em construir uma imagem com a junção de vários carimbos através da rotação dos mesmo ou até mesmo através da sobreposição de cor (CMYK). A ideia era que os carimbos funcionassem em grupo, como um kit, mas de modo a que criasse algum tipo de relação com o objecto e se melhor um efeito surpresa no público, no fundo mostrar uma nova utilização do objecto aliando-o à sua função, nunca esquecendo o factor da produção em massa.

Até que, tomei conhecimento do jogo Connect de Ken Garland.

ken_garland_designboom_interview_06

Apartir deste, criei uma adaptação para os carimbos, e assim o meu produto foi um jogo chamado ” LINK ” composto por um conjunto de 6 kits, que continham 35 carimbos, 2 tintas e as instruções do jogo, e a caixa de madeira que o contém.

Processo (em actualização)

Processo da criação da marca

ee fef k k Sem Título w

Intruções

Link r regras 1

Carimbos – Peças do Jogo

(esquema)

FINAL

Pop – Up Shop

10799808_10152789922752034_652801833_n 10834078_10152789922747034_1548058283_n 10841245_10152789922722034_1856750181_n

Reflexão

Como resultado da pop-up acho penso ter cumprido os requisitos necessários ficando satisfeita com o trabalho que realizei, LINK, o jogo de carimbos .
Penso contudo, que desde o início demorei algum tempo até ter uma ideia concreta do que iria fazer, e acho que se a tivesse mais cedo, talvez tivesse tirado mais proveito do factor tempo para melhorar o trabalho nalguns aspectos, tais como a escolha da tinta, pois ao escolher uma tinta propositada para carimbos, apercebi-me que esta era um pouco aguada de mais o efeito, dificultando um pouco a leitura das linhas e incluir no manual de intruções a possibilidade de utilizar o jogo como puzzle além da funcionalidade do carimbo.Percebi também que para o tipo de venda que era pretendido, talvez fosse melhor  ter abordado o objecto num carácter mais simples, apostando por algo de um preço mais simbólico e pois poderia ter tido tempo para produzir mais exemplares. Em vez de 6 caixas de 35 carimbos talvez mais caixas com um menor número de objectos.
Em geral as críticas foram positivas, conseguindo vender assim todos os exemplares.

http://vimeo.com/114865965

Workshop Andrew Haslam e Andrew Howard

THE RESTING PLACE

Para o workshop foi-nos pedido que criassemos um poster formato A2 com base em títulos dados no enunciado, de modo a que criassemos uma história e consequentemente o seu cartaz.

História

Uma mulher apanha um comboio vazio para uma cidade distante, não tendo nada planeado para esse dia e ao chegar à cidade apercebe-se que a esta está deserta.Quando a noite cai, a cidade enche-se de gatos. A mulher esconde-se e observa-os decidindo ficar mais um dia perdendo a oportunidade de sair da cidade dos gatos para sempre, devido à sua curiosidade. Tudo isto é um espaço imaginário pois na verdade, a mulher encontra-se em estado vegetal para o resto da vida.

Poster 1

Realização num curto espaço de tempo, esboço.

city cats2

Poster 2 – Tipografia

Limitação ao uso da tipografia

d

Poster 3 – Final

end

WorkShop Jessica Helfand

A cyanometer (from the words cyan and -meter) is an instrument for measuring ‘blueness’, specifically the color intensity of the blue sky. It is attributed to a 1789 invention by Horace-Bénédict de Saussure and Alexander von Humboldt. Saussure’s version had 53 sections, ranging from white to varying shades of blue ( dyed with Prussian blue) and then to black, all of them arranged in a circle.

No inicio do workshop, foi-nos pedido que rapidamente recolhessemos tudo o que encontrassemos com a cor azul, para de seguida nos juntarmos na sala e conseguirmos com uma vasta quantidade de tons, reunir apenas 53 para a construção do cianometro.

Após a dificil selecção, os participantes juntaram-se em grupos de dois, começando por fotografar os objectos e de modo a recolher os seus tons, e apartir daí cada grupo poderia apresentar o trabalho final de modo livre.

Divine Blueness

Para o trabalho juntei-me com a Raquel Peixoto, optando pela criação de um poster estruturado pela proporção áurea, divindo em 53 espaços de modo a obter assim todos os tons de azul. Este foi o resultado final.

divine